terça-feira, 25 de abril de 2017

Fofocas e comentários maldosos

Arrisco-me em dizer que não são apenas os comentaristas de arbitragem de futebol que manipulam os lances ao bel-prazer do desejo de fazer crer que estão certos. Há manipulações maldosas e fofocas que atingem a vida das pessoas não apenas nos meios de comunicação de massa. Em rodas de amigos e na “vizinhança”, o fenômeno parece ser característica da condição humana. Desmoralizar o outro, deixa-lo em situação ridícula, enfim, dizimá-lo moralmente, ao que parece, chega a dar prazer. Talvez seja necessário refletirmos profundamente sobre o fenômeno. Para crescermos e passarmos a respeitar o outro em todas as suas diferenças. Seremos capazes de eliminar a maldade? Talvez devamos, pelo menos, tentar.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Comentários e comentaristas manipuladores

Impressiona a forma como árbitros de futebol travestidos de comentaristas de arbitragem manipulam, desavergonhadamente, as regras do futebol nas emissoras de Televisão. Ontem, um lance capital ocorreu. O jogar de um time alçou a bola na área. O atacante do mesmo time, na hora do lançamento, estava em clara posição de impedimento. Vamos denominar, didaticamente, de “Momento 1”. Para alguns destes “gênios dos comentários”, um jogado do time adversário raspou com a cabeça na bola ao longo da trajetória, o que “gerou um novo lance”, logo, na hora do gol, não havia impedimento. Vamos chama de “Momento 2”. Com o toque ou não do adversário, não deveria haver “Momento 2” pois a irregularidade ocorreu no “Momento 1”. Bastava o árbitro e seu auxiliar terem marcado corretamente o impedimento na hora de a bola ser alçada. Simples assim!

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

domingo, 23 de abril de 2017

Levino era maior que o PC do B

Tive pouca convivência com Antônio Levino, que morreu sexta-feira e exercia a presidência municipal do Partido Comunista do Brasil (PC do B). Fui filiado ao partido por meros seis meses, em 2009. Aliás, oficialmente ainda deve estar filiado ao Partido, pois, pedi a desfiliação, mas, a direção do partido nunca tomou as providências. Nem eu! Sinto-me, porém, fora do partido, desde aquela época. E, talvez por isso, minha convivência com Levino tenha sido quase zero dentro do Partido. Acompanhei, porém, sua luta no movimento estudantil, suas posições políticas pessoais e posso afirmar que Antônio Levino era muito maior que o PC do B. Ele, talvez, nunca tenha assumido isso justamente pela sua fidelidade (quase cega) ao Partido. E isso, ao invés de ser um defeito, quem sabe, não foi a sua maior qualidade? Descanse em paz, camarada Levino! Meus sentimentos a todos os membros da família, especialmente, sua parceira e esposa, Vanja Santos!

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.