quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Honestidade


A honestidade absoluta
Foi uma espécie de batuta
Levantada pelos Bolsominions
Cantada em diversos tons.
Para tentar justificar
Um governo mediano
Que não deixa de mandar
Gestos e modos insanos.
Vendem a imagem de honestos
Como se os desonestos
Fossem quem não os seguem
Ou os que eles perseguem.
São a cara da mediocridade
Enganam por pura maldade
Medíocres que enganam o povo
Mas não apresentam nada de novo.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

O mito da honestidade absoluta


Os brasileiros e as brasileiras que se protegem com a camisa verde-amarelo CBF tentam “vender” um mito deles e dos seguidores: o da honestidade absoluta. Este mito da honestidade absoluta também é vendido pelo Exército. Vi, em recente entrevista, o general Santa Cruz dizer que a responsabilidade do Exército aumenta à medida que ocupam os cargos porque “o que fizeram afeta a corporação”. Venderam bem esta imagem para a comunidade. O povo verde-amarelo CBF considera que as Forças Armadas são o locus da honestidade. Aliás, que eles (os verde-amarelo CBF) e os verde-oliva são absolutamente honestos. Mito! Como mito o é o presidente eleito!

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Ridicularizar


Ridicularizar a mulher
Parece ser o que se quer
Quando se deixa Damares
A dar gargalhada aos ares.
E criar tiradas humorísticas
Mais que todos os especialistas
Ela ridiculariza a ciência
E a própria consciência.
Exalta a religiosidade
Para toda a sociedade
Como se o estado laico
Fosse algo falso.
Deve ser uma estratégia
Para dizer a que veio
O que server na média
Para rir do que é feio.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.