sexta-feira, 29 de maio de 2020

Cobiçada

O fim do STF
Parece ser um blefe
O alvo a vida inteira
É mesmo uma cadeira.
Já dissera que era do Moro
Deve ter sido um desaforo
Ao que tudo indica, o cara
É o tal Augusto Aras.
Só o tempo irá dizer
O que pode acontecer
Enquanto isso, mocada
Fica a cadeira cobiçada.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

A mais cobiçada cadeira do Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) não parece ser motivo de ódio de algumas pessoas, mas, de cobiça. Dizem que todo o caminho feito pelo ex-juiz Sérgio Moro tinha como único foco: a cadeira no STF que hoje é de Celso de Mello. Eu sempre duvidei. Sempre achei que Moro quer mesmo é ser presidente do Brasil. Agora, surge a nova especulação: Augusto Aras, este sim, é o “pule dez” para a cadeira. Faz sentido! E se ocorrer mesmo, terá sido uma “tacada de mestre”: Moro for da disputa das próximas eleições e Aras no STF. Por enquanto, só especulação. Mas, o futuro dirá se esta “teoria da conspiração” rumo à cadeira de Celso de Mello estará ou não confirmada.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Cordeiro

Guedes é um farofeiro
Quando se trata de servidor
Mas, se tornar um cordeiro,
Com um banco explorador.
Gosta de dizer bravatas
Contra nós, os servidores
Não combate as mamatas
Dos ditos investidores.
Trata-se de um ser execrável
E de profundo mau gosto
Um ser abominável
Que só provoca desgosto.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

Guedes: para os bancos, um cordeiro

Quando se trata de um “ferrar” os servidores públicos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, também conhecido como Tchutchuca, é uma fera. Ele foi capaz de comemorar, na reunião do dia 22 de abril, o fato de segurar o aumento dos servidores. Mas, eis que vem a liberação de mais de R$ 1 trilhão aos bancos. Ou seja, em relação aos servidores públicos e aos trabalhadores, Guedes é uma Leão. Já para os bancos, é um cordeiro. Lamentavelmente vergonhoso!

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Enrola

Ele enrola
Deita e rola
Fala o grotesco
Quase animalesco.
Mas, é o que o povo quer
Ouvir e ver fazer
O viés golpista
E ditatorial
É do brasileiro
Verde-amarelo sem igual.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

Deita, rola e samba na cara da mídia

Digam o que disser, mas, aquela pessoa que ocupa o Palácio do Planalto chegou lá assim e ainda hoje deita, rola e samba na cara da mídia tradicional. Qual o mérito de dele, se é que se pode dizer que ele tem algum mérito: destroçou a credibilidade da Rede Globo. De flerte em flerte com a ditadura, seus arroubos são tudo o que o povo verde-amarelo quer ouvir. Fala a “língua” de milhões de brasileiros, como Lula falava. Finalmente, conseguiu dar a cartada final: eliminar o inimigo mais perigoso para as próximas eleições, Sérgio Moro; tomar conta da Polícia Federal (PF) e a usar contra possíveis adversários. Para mídia tradicional, incluso eu, um acinte ao estado democrático de direito. Para o gado verde-amarelo CBF e o povão brasileiro, “a linha dura” que faltava no “combate à corrupção”. No final das contas, quem mais ganhou e ganha com a pandemia é o homem do Planalto.

Proprietários com veículos de placa final 5 e 6, que moram na Bahia, tê até o dia 29 de

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

terça-feira, 26 de maio de 2020

Folga

Folgam os sistemas
Folgam as pessoas
Cansados esquemas
Que todos morram.
Impostos a pagar
Venha o IPVA
Tudo como d’antes
Somos ignorantes.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

Detran da Bahia tira folga

Proprietários com veículos de placa final 5 e 6, que moram na Bahia, tê até o dia 29 de maio de 2020 para pagar a quota única, com desconto de 5% (cinco por cento), do Imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA). Nesta data, também deve ser paga a primeira quota de quem preferir parcelar o pagamento. Acontece que só se paga com o número do RENAVAN em bancos credenciados. E ninguém consegue pagar porque está dando um erro. O proprietário deve “procurar o Detran da sua cidade”. Como ontem e hoje foram “feriados antecipados” na Bahia, ninguém consegue resolver nada. Será possível que o sistema de comutadores também “tira folga” nos feriados? Amanhã, saberemos!

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

segunda-feira, 25 de maio de 2020

Cega

Cega é a fé
De quem propaga
Às cegas:
O negacionismo bolsonarista.
Cego é os ser
Que às cegas segue
Que querer
E sem saber o quê vê.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

Fé cega e fé relativa

Hoje, um amigo que jogava dominó comigo em Manaus, deu a notícia de um dos nossos colegas de dominó em Manaus (ambos Bolsominions-aliás, um é ex-bolsominion, porque se foi) convictos; havia morrido de COVID-19. Eu disse a ele que não deseja a morte a ninguém, mas, gostaria que todos os seguidores cegos “do mito” passagem pelo menos uns dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), para não duvidarem da gravidade da doença. Ele me retrucou com aqueles argumentos generalistas de que “todo político é igual”. E que ele “não acredita em mais ninguém”. É típico que quem quer se mostrar “isentão” e não assume a babaquice que fez nas últimas eleições. Fé cega e fé relativa levaram o país para o fundo do poço. Se é que ainda existe poço.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

domingo, 24 de maio de 2020

Pressionados

Prefeitos e governadores
Pressionados para liberar
Sem respeitar valores
O comércio funcionar.
Valores valem nada
Preferem buscar os lucros
Feito alguns malucos
Como jogados na vala.
Só na vala dos mortos
Como se fez em Manaus
Homens são muito maus
São verdadeiros escrotos.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

Bolsominions pressionam prefeitos

Após a divulgação da fita da reunião do dia 22 de abril, na qual a ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, ameaça prefeitos e governadores de prisão, Bolsominions do tal “gabinete do ódio” entraram em ação. Começam a espalhar que alguns deles citados na fita do espetáculo mais deprimente dos últimos anos da República estão com medo. E que vão autorizar a abertura do comércio em suas cidades em pleno pico da pandemia. São terroristas digitais que não se importam com a vida humana. Espera-se que nenhum prefeito ou governador ceda às pressões e cuide das vidas, inclusive, destes desgraçados verde-amarelo CBF.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

sábado, 23 de maio de 2020

Palavreado

Deixe de lado
Qualquer palavreado
O que houve naquela reunião
Foram palavras de baixo calão.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

Palavrinhas, palavras, palavrões...piiiiiii

Um show de horrores. Nem nos botequins, com todo bêbado, se faz uma reunião com tanta baixaria igual à que foi mostrada ao Brasil e ao mundo após a autorização, por parte do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, da divulgação do vídeo da Reunião Ministerial do dia 22 de abril de 2020. Cada vez que o ocupante do Palácio do Planalto dizia um palavrão, as emissoras de televisão foram obrigadas a colocar um “piiiiii”. Foram tantos os palavrões e expressões de baixo calão, do ocupante e dos seus ministros, que mais parecia um “apitaço” e não uma reunião ministerial.

Antigamente era #foratemer, hojemente é #forabolsonaro!