terça-feira, 20 de novembro de 2018

Consciência


Hoje se comemora
A consciência negra
Mas, como uma cidade
Negra não ter consciência?
Em Teixeira de Freitas
Vereadores disseram não
E por cabeças estreitas
A consciência ficou em vão.
Que tal uma retomada
Da antiga discussão
Para que a história negra
Não vá para um caixão.
Enterrada pela negação
De um passado de luta
Escravos jogados ao chão
Marcados pela labuta.
Lembrar esta resistência
Faz parte a consciência
Que não esquece a história
Marcada pela memória.
De quem a transformou
De vida em uma cidade
E a vida transformou
De toda uma sociedade.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

Teixeira de Freitas sem consciência


É bem possível que a influência dos colonizadores mineiros e capixabas tenha transformado Teixeira de Freitas, cidade localizada no extremo-sul da Bahia, em uma cidade sem consciência. Pelo menos, sem consciência da sua própria história, que é negra. Muito negra. Pelo menos do ponto de vista simbólico, Teixeira de Freitas não tem o dia 20 de outubro domo “Dia da consciência negra”. À época, os vereadores resolveram não aprovar a Lei Municipal. É a negação da própria história do surgimento da cidade, fundada por negros e quilombolas. No mínimo, se deveria respeitar a história da cidade e não a negar. Há que se trabalhar para resgatar o respeito aos fundadores e à história da cidade.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Armação


Esfaqueador e esfaqueado
Foram os beneficiados
Com aquela confusão
Que ainda parece armação.
Quando a arma foi esticada
A então vítima já desaba
Foi assim que nos pareceu
Quando o episódio ocorreu.
Pode até não ter sido
O que houve no ocorrido
Mas, fica sempre a sensação
De que foi uma armação.
Por isso se precisa averiguar
E cada detalhe ser mostrado
Para que possamos acreditar
Naquilo de foi divulgado.
Que nada seja escondido
Qualquer que seja o resultado
Devemos ser esclarecidos
E muito bem informados.
Para que não reste dúvida
Sobre o que foi descoberto
E a população fique lúcida
Sobre este episódio incerto.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.