sábado, 19 de agosto de 2017

Reconheçam mulheres que fazem história

Por conta do compartilhamento de uma fotografia com a Comandante da Azul, Aline Lima, um dos meus seguidores, homens, fez uma gracinha dizendo que faltou acrescentar o adjetivo “linda” e uma mulher comentou que eu estaria “paquerando” a Comandante. Dois comentários completamente infelizes. Como na postagem anterior, datada de 19 de junho de 2011, quando voei pela primeira vez com uma mulher de Oficial (co-piloto), fiz questão de, mais de seis anos depois, aos 54 anos, registrar o primeiro momento que uma Comandante pilotava um avião no qual eu estava dentro. Nós homens, e principalmente vós, mulheres, jamais deveriam brincar diante de uma luta tão desigual destas. O machismo está impregnado no mundo que vivemos. E em todos os níveis. Sabem quando a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) teve uma reitora? Mais de 100 anos depois de criada. Aprendamos a reconhecer o valor de mulheres que fazem história! Este é o cerne da questão. Nada além!

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Aviões da Azul não mãos de Aline Lima

Sem nenhuma intenção de trocadilho, mas, o espaço ocupado pelas mulheres no universo masculino dos “comandantes” de grandes aeronaves comerciais, no Brasil, felizmente, começa a ser ocupado pelas mulheres. Para se ter uma ideia da raridade, somente aos 54 anos, depois de muitas idas e vindas no espaço aéreo brasileiro, fiz o primeiro voo pilotado por uma comandante mulher, Aline Silveira Lima, 37, mãe de uma menina de 4 anos, casada com um piloto. Ela é natural da cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, e passou a comandar aeronaves aos 34 anos. Ao seu lado direito, no Voo AD4234, da Azul Linhas Aéreas, estava o Oficial de Cabine, Fábio Azadinho. Conversamos descontraidamente. Ela me permitiu fazer fotos da cabine, porém, passou o número da responsável pelo Marketing da Azul, em São Paulo, para que eu solicitasse autorização para publicar as fotos. Antes, quando expliquei que desejaria fazer uma postagem para o meu Blog, ela pediu licença e foi ao banheiro para retocar a maquiagem, principalmente, repor o batom. Claro e muito bem compreendido: todas as mulheres merecem se sentir bonita. As Comandantes não são excessão. Disse a ela que exatamente no dia 19 de junho de 2011, havia feito uma postagem no Blog do Gilson Monteiro, com a então Oficial de Cabine (Co-piloto) da TAM, Adriana Barcelos. À época, ela precisaria de seis anos para se tornar Comandante. Mais à vontade, perguntei ao Oficial Fábio, que cuidava do abastecimento e de todos os procedimentos relativos ao voo seguinte, de volta para Recife e Salvador, “como era ser comandado por uma mulher em um espaço (a cabine) dominado pelos homens”. Ele: ”normal, em casa também sou comandado”. Gargalhamos juntos e comecei a fazer as fotos. Das primeiras fotos, Aline Lima não gostou. Pediu licença, pegou meu celular e apagou todas as que “considerou estar gordinha demais”. Pediu ao oficial Fábio Azadinho para fazer algumas. Gostou, porém, ela mesma, resolveu entrar em ação: fez novas fotos e dois selfie comigo. O embarque para o voo seguinte já tinha sido autorizado por ela, que também autorizou que eu desembarcasse só ao final dos procedimentos. Parabenizei-a pelos competentes pousos e decolagens ao logo da rota e desejei felicidades. Ela revelou que sempre recebeu muita força do marido e da empresa para chegar aonde chegou. Rimos muito e nos despedimos. Há que se registrar que Fábio Azadinho também foi só simpatia. Deixei a cabine com um riso de um canto ao outro ao relembrar as coincidências: o voo com Adriana Barcelos, há mais de seis anos, também tinha feito escala em Salvador, com destino final em Fortaleza. Que as mulheres invadam, definitivamente, as cabines das grandes aeronaves comerciais brasileiras! Obrigado, Aline Lima, por tanta educação e simpatia. Os ares brasileiros da Azul estão mais seguros com você. Não tenho nenhuma dúvida!






Fotos que revelam o trabalho sério de uma mulher
extremamente competente. A Azul está de parabéns!


Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


-->
Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

O PT que destrói o próprio PT

É impressionante como alguns dos filiados do Partido dos Trabalhadores (PT) parecem viver no mundo da lua. Nesta categoria dos que vivem em outro Planeta se enquadra o relator da Reforma Política, deputado Vicente Cândido (PT-SP), que de cândido não tem nada: mais parece uma daquelas caricaturas de político dos programas de humor na TV. No olho do furacão que estamos o cara propor “doação invisível de pessoas físicas” para as campanhas é o mesmo que dizer: “Joesley, meu amigo, dá cá R$ 2 milhões”! A liderança de Luiz Inácio Lula da Silva nas pesquisas de intenções de voto transforma alguns petistas em cegos, só pode é ser! Depois de muita pressão, o deputado retirou a tal doação invisível do texto. Mas, o estrago já estava feito. Um membro do PT propor uma aberração destas enterra ainda mais a história do partido. E é uma destruição inteiramente visível!

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.