quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

UFC: estupidez transformada em barbárie

Dias desses, creio que foi ontem, aliás, meu amigo Jeferson Coronel postou o seguinte comentário no Twiiter:”SHogun e Dan Henderson no hospital, desfigurados. Machida desmaiado. Minotauro com o braço quebrado. #UFC já, já vai ser contestado”. Meu caro, Jeferson, já, já não. Contesto esse tipo de luta transformada em esporte há tempos. Não entendo como a humanidade pode admitir essa estupidez transformada em barbárie moderna por meio da qual homens se destroem, inclusive moralmente, dentro de um ringue. Pior ainda é o exército de pessoas e empresas que assistem e patrocinam esse tipo de luta. O UFC é a estupidez humana exposta até às vísceras. Curioso é a justiça brasileira proibir a rinha de galos e admitir que seres ditos humanos se matem em cima de um ringue e ainda recebam por isso. Ainda que eu seja o único a me manifestar contra esse tipo de insensatez humana, manterei a posição. A nota do meu amigo Jeferson Coronel indica apenas o começo. Haverá o dia em que alguém sai do ringue morto. Certamente, será o ápice dessa catarse idiota, muitos vibrarão, porém, talvez, quando isso acontecer, a justiça, que se intromete em tantas bobagens, tome uma providência dura e dê um fim a esse tipo de barbárie, inadmissível em pleno século XXI.

2 comentários:

  1. Professor, pra mim, o UFC não desconfigura em nada os tempos em que gladiadores eram colados em coliseus para brigarem até a morte, enquanto o povo aplaudia a barbárie.

    ResponderExcluir